Como elaborar seu quadro de aulas de ginástica

Entre as forças competitivas observadas no setor de academias atualmente, o poder de barganha junto aos clientes tem sido considerado mais forte do que outras importantes estratégias. Existe claramente no mercado uma grande sensibilidade quanto aos preços praticados pelas empresas, mas não podemos imaginar que esta guerra possa ser vencida de forma tão simplista. À medida que o número de academias no mercado aumenta, aumenta também a rivalidade entre concorrentes, ao mesmo tempo que observamos a redução da oferta das aulas de ginástica e o crescimento de empresas semelhantes, sem nenhum tipo de diferenciação em suas ofertas.

A procura de meios para a criação dos tais diferenciais exige ações no sentido da profissionalização de diversos setores de cada empresa e algumas delas, muitas vezes, podem estar na contramão de crenças e paradigmas atuais de mercado.

Embora, vista como a “dor de cabeça das academias”, é preciso entender que a ginástica pode representar o grande diferencial almejado e que, em algumas empresas, trata-se apenas de um ativo depreciado. Então, qual é a diferença entre aulas coletivas e de um programa consistente de aulas coletivas? Se você não sabe, seu negócio pode estar em risco.

As aulas coletivas representam um produto inexplorado nas academias e para quem duvida, basta olhar os resultados de alguns programas de sucesso, que fazem que milhares de pessoas paguem valores altos por uma simples experiência. Pense bem, quando foi a última vez que um aluno de sua academia desceu de uma esteira e disse “este professor é incrível? Um cliente não pode construir um relacionamento com um equipamento, mas ele pode construir um relacionamento com um professor, permitindo assim a medição e a gestão.

Assim, cabe a pergunta: como você pretende criar um diferencial a partir das aulas em grupo e como torna-las rentáveis? Um dos primeiros passos é assumir a dianteira do setor e não deixar a tomada de decisões nas mãos de quem não consegue sequer avaliar os desejos e necessidades dos clientes ou de quem apenas se concentra nas exigências da equipe de professores.

Para uma academia alcançar o sucesso desejado na ginástica é preciso uma grande concentração sobre a programação que deverá atender as necessidades e perfis. O sistema de software escolhido para gestão de sua empresa deve ser capaz de produzir alguns dos dados demográficos mais importantes que serão determinantes na escolha das modalidades, juntamente com pesquisas e uma boa aproximação com os alunos.

Uma programação de ginástica de sucesso significa uma seleção de opções para todos, que permita o treinamento das principais valências físicas, como força, resistência muscular e cardiovascular, através de aulas diversificadas de lutas, tonificação, bem-estar, ritmos, dentre outras. Há trinta anos, realmente havia apenas uma opção em fitness grupal – a aeróbica de alto impacto, enquanto atualmente, temos inúmeras aulas maravilhosas que variam desde a água até as que utilizam equipamentos mais caros e sofisticados. No auge dos anos 80, teria sido uma tarefa difícil fazer uma lista das 20 maiores modalidades de fitness grupal, mas agora, torna-se impossível restringir a lista para “meramente 20”!

Pesquisas realizadas entre grandes líderes do mercado mundial de academias, apontam para a seguinte escala de aulas, segundo as principais capacidades físicas focadas. As aulas de treinamento cárdio (step, jump, ciclismo indoor) e condicionamento (circuitos, treinamento funcional) ocupam o topo da lista de preferências em função dos seus evidentes benefícios ou crenças relacionadas a perda de peso, enquanto as aulas de força poderão “modelar braços, bumbuns e pernas”.

Percentual recomendado de modalidades na ginástica

Podemos resumir e finalmente afirmar que uma programação de sucesso significa uma seleção de produtos que atendam todos os públicos, e que deva ser conduzida por uma equipe qualificada, capaz de adaptar as aulas para e efetuar a justa entrega do serviço adquirido pelo cliente. Um professor capaz de ajustar seu trabalho terá maior retenção em suas aulas, em oposição a outros que foram ensinados a reproduzir automaticamente um certo conteúdo fechado e ir embora, como um “Robot”.

 

 

Cida Conti

Educadora Física – CREF: 078160-G/SP
International Presenter
Diretora Executiva Radical Fitness Brasil

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *