Quando é hora de aceitar um sócio

Sócio

Ainda que o cenário econômico brasileiro atual seja de incertezas, o País continua atraindo investidores. Além desse cenário, acelerar o crescimento da empresa, resolver problemas de sucessão, captar recursos e expandir as atividades são alguns dos motivos que têm levado os empresários fundadores a considerar a possibilidade de aceitar um investidor como sócio ou, até mesmo, vender a participação total, além de, é claro, colocar um bom dinheiro no bolso.

Diante desse panorama, as operações de fusões e aquisições têm ganhado espaço. Por mais que pareça ser uma boa saída, a decisão de vender a totalidade da empresa ou colocar parte à venda, aceitando um novo sócio no negócio, não é nada fácil.

Pesquisas recentes apontam que acionistas e diretores de empresas veem como barreiras relevantes, para a entrada de um novo sócio, a divisão de poder e problemas na implementação de uma política de governança relacionada à prestação de contas.

O levantamento também apontou que os principais obstáculos desse processo estão relacionados à dificuldade em separar a pessoa física da jurídica, à profissionalização da empresa e à equalização de problemas sucessórios.

Tais requisitos são condições imperiosas para passos maiores, tais como: a chegada de um parceiro estratégico, de um fundo de private equity e, mais à frente, a possibilidade de abertura de capital da empresa na Bolsa de Valores.

Neste caso, vale ressaltar a importância do aprimoramento do processo de governança corporativa, em especial, quanto à organização contábil, de controles internos, questões operacionais e aspectos societários, além da necessidade de instituir um programa robusto de sucessão familiar e profissionalização da gestão, quando aplicável.

A “organização da casa” deve garantir a perpetuidade da empresa e ajudará a criar cada vez mais valor para o negócio, facilitando a decisão de aceitar um novo parceiro

2 thoughts on “Quando é hora de aceitar um sócio

  1. Samarone silva says:

    Bom dia. Tenho uma dúvida em relação à venda de uma certa porcentagem.
    Ex: a minha empresa vale 100 mil. Quero vender 50% que seria 50 mil mas o futuro sócio so quer 30%. Como é abaixo do que queria vender tem um cálculo específico pra isto. 30% seria 30 mil mais 20% encima destes 30 mil. Ou seja os 30% que ele quer comprar sairia por 36 mil. Gostaria de saber o nome desta forma de calcular e se tem uma porcentagem específica para injetar encima da % que quer comprar?
    Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *