O novo papel do corpo técnico de uma academia

O Consumidor Digital é uma realidade hoje em dia. Ávido por novidades, mais consciente do que precisa, exigente quanto à qualidade e variedade da oferta e que compartilha rapidamente suas opiniões na internet, ele requer das academias e profissionais da área de saúde que se tornem verdadeiros provedores de conteúdo.

Dessa forma, deixamos de procurar e passamos a ser encontrados por eles. Gerar conteúdo é o oposto de fazer anúncio. É sobre engajar os clientes com um conteúdo que eles realmente desejam. É atingir exatamente sua audiência. Mas por que devemos fazer isso?

Porque dessa forma criamos maior atratividade sobre o produto ou serviço que comercializamos e, consequentemente, geramos mais leads, promovemos mais experiências e estimulamos maior fidelidade. No momento em que geramos conteúdo relevante, conquistamos autoridade e nos tornamos referência para o público-alvo. Automaticamente, aumentamos a audiência de forma orgânica e criamos uma base leal de seguidores. Sem contar que motivamos as pessoas a interagir e compartilhar esse assunto.

Nesse cenário, enxergamos a democratização das oportunidades. Um momento em que pequenos e grandes podem competir de igual para igual, prevalecendo a qualidade da informação que possuem.

Bom conteúdo é aquele que entrega informação relevante, promove entretenimento e leva mensagens positivas aos interessados. Melhor ainda se esse conteúdo gerar uma ação imediata, como um texto na web sobre uma nova modalidade e seus benefícios, com um QR Code que dá ao leitor o direito a uma aula de avaliação.

Um erro comum é ver alguns provedores de conteúdo escrevendo informações técnicas riquíssimas, mas sem pensar no público final. Em marketing de conteúdo, costuma-se identificar quem são as “personas” para quem esse conteúdo está direcionado. Trata-se do arquétipo do comprador. É o consumidor típico de seu serviço, que deve ser identificado por meio de idade, gênero, rotina, aspirações, o que valoriza, locais que frequenta e qual seu comportamento na internet. Ao fazer isso, seremos mais específicos e poderemos parar de atirar para todos os lados.

Para definir quando escrever, é preciso criar um “Calendário Editorial”. Nada mais é do que um auxílio para organizar o conteúdo que se pretende produzir, mas garante foco nos objetivos, especificidade para o público-alvo e frequência de publicações.

O conteúdo deve ser diversificado. O texto gera um vídeo cujo áudio se torna um podcast. Os dados geram um infográfico, as mensagens são tweetadas e as imagens são postadas em redes sociais. Tudo isso, muitas vezes, com base no mesmo assunto.

 

Cursos de Marcel: aqui

One thought on “O novo papel do corpo técnico de uma academia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *