De olho na saúde do cliente

de_olho_na_saude

Tema controverso e polêmico dentro do segmento fitness, a exigência da apresentação do atestado médico nas academias, muitas vezes, é vista apenas sob a ótica da imposição das leis estaduais ou municipais que determinam seu cumprimento.

O governo, em linhas gerais, tem a intenção de atribuir às academias a responsabilidade de garantir, minimamente, que os clientes estejam em condições de saúde para a prática do exercício físico.

Sem olhar a efetividade desta intenção, não se pode esquecer também o aspecto da responsabilidade civil que as academias atraem ao não exigir o documento.

Existem diferentes níveis de compreensão sobre o tema. O primeiro deles vale para todas as academias, pois provém de uma norma legal. Quem não cumprir a lei deverá arcar com multas provenientes do poder executivo e, por vezes, o risco de fechamento do negócio.

A segunda questão, não menos importante, diz respeito à responsabilidade objetiva das academias em resguardar a integridade física de seus clientes. Conforme previsão no código civil brasileiro, cabe à empresa ser cuidadosa e atenciosa na condução da prestação de seu serviço, e não apenas no serviço principal a que se destina.

Por isso, cabe às academias agir com prudência na orientação da saúde de seus clientes. Certificar-se de que o aluno possui condições mínimas para a prática da atividade física passa a ser, indubitavelmente, uma atribuição da empresa.

Não se pode negar que fatalidades acontecem. Mas saber que a academia foi prudente e buscou junto a um médico a garantia de que determinado cliente estava apto para a prática é, sem dúvida, um excludente de responsabilidade objetiva.

Sob a ótica financeira, o atestado diminui substancialmente os riscos de pedidos ou deferimentos de ressarcimento por danos morais ou materiais causado ao aluno.

Por fim, não podemos esquecer que a exigência pode significar uma vida. Se, dentre os muitos alunos que passam pela academia, um deles for salvo graças ao atestado, a discussão sobre custos, burocracia e problemas comerciais que a obrigatoriedade provoca perde importância diante de um tesouro maior: a vida.

9 thoughts on “De olho na saúde do cliente

  1. Cezar Fernandes says:

    Fica meio complicado p nos cobramos atestado médico, pós vamos ter uma queda de uns cinquenta por cento em nossas matriculas. AS pessoas já estão correndo da atividade física por não estão dando conta de pagar as mensalidades e se pedir um atestado o cliente não volta mais na academia.

    • Thiago Zanca says:

      Estamos falando de uma questão cultural, se todos agirem de forma correta vai chegar uma hora em que o exame fará parte do pacote.

      Faça valer a segurança de seus clientes.

  2. Lilian Lopes says:

    Infelizmente preciso concordar com esta polémica discussão,além de afastar os alunos perdemos de vez esse aluno para outra academia que esta ao lado , pois vivemos dentro de uma selva onde o mais forte sobrevive…

  3. Rosa says:

    Sou portadora de tireoidite autoimune e estou em fase de hashitoxicose, complicado comprovar com exames mas com análise dos sintomas de rotina. São crises de irregularidade metabólica e os médicos tem se negado a me dar atestado para pratica de atividade. Consegui profissionais qualificados que me aceitaram na musculação pois perdi muito peso e tinha necessidade de obter melhor resistência muscular e cardio-respiratória. Com a ajuda de suplementação foi possível fazer os treinos, com dificuldade, passando mal muitas vezes, mas perseverei. Minhas condições melhoraram muito em pouco tempo e inclusive meus anti-TG baixaram! Eu tive ajuda na academia que a medicina não me deu.

  4. Jose says:

    A matéria é interessante, pois ao exigir dos alunos atestados médicos acredito que dá mais respaldo à academia em relação a responsabilidade civil. Todavia, esse seria o mundo ideal, no qual ainda, infelizmente, não vivemos. A retenção dos alunos tem sido o maior desafio das academias, o que requer um continuo e intricado plano estratégico de ações. Associar a isso, também, a exigência do atestado médico periódico tornará, certamente, insustentável o negócio tendo em vista a resistência dos alunos em prover ou submeter-se ao referente exame, principalmente por causa do custo.

  5. Alessandra says:

    Quando tratar-se das pessoas que praticam exercício físico nas Academias públicas ( academia da saúde e academia da cidade-recife) irá também se pedir atestado?? Caso a resposta seja, sim, então está pessoa vai ao SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS), aguardar por quanto TEMPO???? ENFIM TODOS TEM DIREITO A SABER SI TEM CONDIÇÕES MÍNIMA PARA PRATICAR EXERCÍCIO FÍSICO.

  6. Dr. Luiz Fink says:

    Gente. Essa é uma polêmica desnecessária. Para que se pede a avaliação médica antes do exercício? Para se prevenir a morte súbita ligada ao exercício. Pessoas em teoria normais mas que apresentam obstrução parcial das coronárias (artérias do coração) ao serem submetidas ao exercício físico podem sofrer espasmo das coronárias e morrer durante a atividade física. Se isso acontece em sua academia e você não tem a avaliação médica do paciente, você dono da academia será responsabilizado por isso.
    Você futuro atleta que quer iniciar uma atividade física tenha em mente que essa lei é para o seu bem.

  7. eduardo says:

    ola! eu trabalho em uma academia pública gratuíta e todos os alunos levam atestados é exigência do mesmo

  8. JAQUELINE says:

    Acredito que a avaliação física feita dentro das academias por profissionais que realmente são capacitados já ajudam bastante , pois lá já tem como saber se o cliente é hipertenso ou tem arritmia , algo simples mas que se for bem feita já ajuda muito para segurança do próprio cliente e da academia. Não tem como adivinhar quando uma pessoa está realmente com a saúde boa para praticar atividades físicas. Invistam na avaliação física dentro das academias e invistam em capacitar e motivar estes colaboradores que farão um grande diferencial dentro das academias , assim você ajuda a empresa fidelizando os clientes , ajuda o colaborador motivando a se qualificar cada vez mais e ajuda o seu cliente que na maioria das vezes aparentemente acha que está bem de saúde mas acaba descobrindo na hora da avaliação que realmente deve procurar um médico antes de iniciar as atividades na academia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *